79 3214.3020
recepcao@angiocor.com

Acessos

Cateteres são tubos plásticos utilizados para realização de hemodiálise, que é um processo de limpeza do sangue, através da filtração deste em uma máquina. Esses cateteres são inseridos em uma veia grande no pescoço, no peito ou na virilha e normalmente são uma opção.

Um cateter é normalmente uma opção em curto prazo, no entanto, em alguns casos, ele pode ser usado como um acesso permanente. A taxa de fluxo de sangue a partir do cateter para o dialisador pode não ser tão rápido como uma fístula e, portanto, o sangue não pode ser filtrado adequadamente ou o tempo de diálise pode ser prolongado, diferentemente do que ocorre com um acesso arteriovenoso.

Os cateteres são mais susceptíveis à infecção do que as fístulas, pois estes possuem uma parte exposta na pele e outra fica permanentemente dentro da veia. Eles devem sempre ser mantidos limpos e secos; nadar ou tomar banho normalmente são restritos. Vestir-se pode danificar o cateter no local da saída, por isso o cuidado deve ser tomado.

CUIDADOS COM O CATETER:

Mantenha o seu cateter protegido com o curativo;
Não molhe o seu cateter, banhos de piscina ou mar não são recomendados;
Tenha cuidado nas manipulações do cateter para não danificá-lo, principalmente ao vestir-se;
Em caso de saída do cateter, comprima o local e vá imediatamente ao hospital;
Se houver qualquer sangramento local, verifique se o cateter não está quebrado e se as tampas dos conectores estão no local, e vá imediatamente ao hospital.

O que é e como funciona o cateter Port-a-cath?

Trata-se de um dispositivo totalmente implantado, que permite fácil acesso a veias profundas do paciente. Ele é inserido por completo abaixo da pele e divide-se em duas partes: o cateter, feito de silicone ou poliuretano, e o reservatório, constituído de titânio ou plástico resistente, coberto por um domo de silicone puncionável. 

Assim, o reservatório com silicone autovedante pode ser perfurado por uma agulha através da pele várias vezes, antes que a resistência do material seja comprometida. A ponta do cateter deve ser posicionada em uma veia de grande calibre (geralmente a transição entre a veia cava superior e o átrio direito), e sua extremidade acoplada ao reservatório, que permanece embaixo da pele, no tórax, geralmente abaixo da clavícula.

Os medicamentos mais frequentemente infundidos são quimioterápicos, medicamentos que quando inseridos em veias periféricas levam a irritação da rede venosa e sofrimento do paciente em um momento tão crítico! 

Quais são os benefícios da utilização do cateter Port-a-cath?

Entre os principais benefícios da prática, temos:

  • Dispensa o uso de curativos na pele quando em desuso (paciente pode banhar-se sem preocupações);
  • Alta durabilidade;
  • Menor risco de infecções;
  • Evita punções venosas frequentes e destruição da rede venosa periférica;
  • Conforto e mobilidade;

O PICC é um tipo de cateter que dura até 6 meses e é utilizado  em pessoas que fazem tratamento de longa duração, com medicamentos injetáveis, e que precisam coletar sangue várias vezes. O procedimento de implantação do PICC é feito sob anestesia local em um ambulatório e a pessoa pode ir para casa ao final do procedimento.